Follow by Email

Thursday, October 01, 2009

Devo
confessar algo.Cansei-me.De que?De tudo.De nada.Talvez do mundoou da visão
distorcida que tenho dele.As coisas vãoe eu vou junto.Sempre?Sempre não há.Nunca
houvee por que me sinto saudosamente triste?Tenho saudades de uma época que
nunca existiue permaneço farto com o que aparenta ser.Ainda não floresci...E de
repente me vejo perdido entre dogmase rebeliões silenciadas.Estou faminto.É fome
física e metafísica.Há metafísica no caos?Não sei.Mas a verdade é que
formularquestões acerca do ser me enojaram.A vida é um instante no
Universo...Devo confessar algo.Tenho horror a este instante,pois queria, quero
ser sempre,mas sempre não háe sigo triste, incerto neste solo ressentido,nesta
terra regida por segundos, horas e meses.O mistério de viver...O mistério de
viver...O mistério de viver...Estou perdido entre elucubrações, entre letras e
frases.A vida é apenas isso?Insisto em me dizer que não,embora não encontre uma
resposta pronta que me satisfaça.Passarei por esta época de evanescimento.Serei
adubo de um sonho que não sonhei.Embora tenha falado de dor, de medos e
angústias de meu Euquero terminar paradoxalmente rimando quebelos dias não se
perdem no breu.Quando te encontrei disse TuE tu me olhaste em silêncioEntão nada
disse e te contempleiE entre um sorriso maravilhoso me disseste TuE nos
encontramos
E o mundo parouA vida seguiu
E o amor
renasceu...J.Colby...



Hoje
acordei com uma espécie de tristeza estranha.Não aquela, quase existencial,mas
uma meio neurótica,louca,desvairada,por isso verdadeira.Parece que hoje trago no
peitoa tristeza milenar:a tristeza de ser.De ter sido.A tristeza de ser a
espécie sobrevivente.Aquela que subjugou o resto para ser oque se diz hoje de
melhor,de racional.E quase rio de tão triste que soa isso.E olhar para chuva que
cai fina,doce...me faz pensar que os efeitos atmosféricosconfabulam para que
acreditenuma suposta conecção entrenatureza e esta minha tristeza
.É tudo meio
confuso.
Chove.
E dói
.Como dói.
A chuva deixou a finura de
instantes...
J.Colby...
Posted by Picasa
Devo
confessar algo.Cansei-me.De que?De tudo.De nada.Talvez do mundoou da visão
distorcida que tenho dele.As coisas vãoe eu vou junto.Sempre?Sempre não há.Nunca
houvee por que me sinto saudosamente triste?Tenho saudades de uma época que
nunca existiue permaneço farto com o que aparenta ser.Ainda não floresci...E de
repente me vejo perdido entre dogmase rebeliões silenciadas.Estou faminto.É fome
física e metafísica.Há metafísica no caos?Não sei.Mas a verdade é que
formularquestões acerca do ser me enojaram.A vida é um instante no
Universo...Devo confessar algo.Tenho horror a este instante,pois queria, quero
ser sempre,mas sempre não háe sigo triste, incerto neste solo ressentido,nesta
terra regida por segundos, horas e meses.O mistério de viver...O mistério de
viver...O mistério de viver...Estou perdido entre elucubrações, entre letras e
frases.A vida é apenas isso?Insisto em me dizer que não,embora não encontre uma
resposta pronta que me satisfaça.Passarei por esta época de evanescimento.Serei
adubo de um sonho que não sonhei.Embora tenha falado de dor, de medos e
angústias de meu Euquero terminar paradoxalmente rimando quebelos dias não se
perdem no breu.Quando te encontrei disse TuE tu me olhaste em silêncioEntão nada
disse e te contempleiE entre um sorriso maravilhoso me disseste TuE nos
encontramosE o mundo parouA vida seguiuE o amor renasceu...J.Colby...





Hoje acordei com uma espécie de tristeza estranha.
Não aquela, quase existencial,mas uma meio neurótica,louca,desvairada,por isso verdadeira.
Parece que hoje trago no peitoa tristeza milenar:a tristeza de ser.De ter sido.
A tristeza de ser a espécie sobrevivente.
Aquela que subjugou o resto para ser oque se diz hoje de melhor,de racional.
E quase rio de tão triste que soa isso.
E olhar para chuva que cai fina,doce...me faz pensar que os efeitos atmosféricosconfabulam para que acreditenuma suposta conecção entrenatureza e esta minha tristeza.
É tudo meio confuso.Chove.E dói.
Como dói.
A chuva deixou a finura de instantes...
J.Colby...
Posted by Picasa