Follow by Email

Sunday, December 21, 2008

Final do outono, 20 de dezembro, os passarinhos bailam no ar
Posted by Picasa

Tuesday, August 05, 2008

Essas sao as minhas mandalas.
Those are my mandalas, they were made with acrilyc paints.
Pintadas com tinta acrilicas.


Posted by Picasa
essa é a Dolly, ela está com 11 anos. Em dezembro vai fazer um ano que ela está morando aqui em USA.
É uma jovem senhora em otima condicoes fisicas. Nesse filme ela está tirando a soneca da tarde.
Posted by Picasa

Tuesday, July 22, 2008

espiral ascendente
Lígia Gomes Carneiro
"... como em tudo que envolve crescimento pessoal, a gente anda em uma espiral ascendente. Imagina como se fosse uma montanha bem redondinha, com uma estrada que começa na base e chega lá no alto, dando voltas na montanha, e você vai andando.
Na base, as voltas são muito grandes, e você não percebe que está subindo.
Mas a cada volta completada, você percebe que contorna a montanha em menos tempo, com menos esforço (porque as voltas ficam menores)
e tem mais percepção de que está subindo. A cada volta completada, você vê a mesma paisagem, não é mesmo?
PARECE que você está no mesmo ponto, mas não está!
Porque você está em um lugar mais alto e a volta que dá é cada vez menor. Então, cada vez que você acha que começa tudo de novo, que não deu certo,
pensa que não é nada disso, que só está vendo a mesma paisagem de novo porque completou mais uma volta,
e que a volta que completou te levou a um ponto mais alto, e foi menor que a anterior (por isso custou menos esforço)
e que a seguinte levará a um lugar ainda mais alto e a um ponto ainda mais alto. Daí fica simples... é só ir andando e vendo a paisagem de um ponto cada vez mais privilegiado.
Posted by Picasa
As nossas vidas sao como uma tela em branco. Cada qual as pinta como melhor lhe parecer.
Posted by Picasa

Monday, July 21, 2008


LIDANDO COM A DOR
Claudia Giovani
Acredite ou não, como percebemos e respondemos à dor tem muito a ver com nossas mentes. Em outras palavras, sua mente pode ajudá-lo a vencer ou aliviar muito sua dor, seja ela qual for. A técnica que vai aprender está baseada em anos de pesquisas e estudo a respeito da Mente Sobre A Matéria, ou em nosso caso, da Mente Sobre A Dor. Mas prefiro pensar que está baseada num dos Sete Princípios da
Huna: *A energia vai para onde a atenção vai*.
Trata-se de converter uma dor numa imagem mental de modo que a própria dor passe por uma mudança a seu favor. Quanto mais você transforma a dor em uma imagem, mais você muda a dor. Vamos à prática ver como é isso:
Leve sua atenção na dor que está sentindo ... e imagine que esta dor é uma bola de mercúrio. Mercúrio é aquela substância metálica, líquida e sólida ao mesmo tempo, que se vê na base dos termômetros. Imagine que esta bola de mercúrio é do tamanho da sua dor. Sua dor pode ser do tamanho de uma bola de ping-pong, de tênis, de futebol, de basquetebol ou de uma bola grande de praia.
Agora imagine que esta bola de mercúrio é um magneto, um imã, que atrai toda a dor para ela ... qualquer dor pelo seu corpo é atraída para esta bola imantada de mercúrio. Continue fazendo isto até sentir que a bola já atraiu toda a dor para ela. Então role a bola para fora do seu corpo pelo braço ou perna - o que estiver mais próximo da bola. Jogue a bola para fora e veja-a desaparecendo na distância.
Parece mágica e pode funcionar como mágica dependendo da sua concentração durante este exercício. Quanto mais sua mente estiver focada na imagem da bola atraindo toda a dor para si, mais positivos serão os resultados.
Se não conseguir muito resultado da primeira vez, não desanime. Repita o processo. Quanto mais você repetir esta técnica, mais prática irá adquirindo e mais rápido se livrará de qualquer dor em seu corpo físico.

O corpo é um espelho das nossas crenças

Embora muitas pessoas me vejam como alguém com o poder de curar os outros, eu não curo ninguém.

Meu trabalho é ajudar as pessoas a compreenderem como seus pensamentos criam,constantemente, suas próprias experiências de vida - todas elas , tanto as boas quanto as que chamamos de más experiências.

Nossos pensamentos podem, estar contri­buindo para o bem-estar ou para o mal-estar de nossos corpos.

Não queremos ficar doentes e, no entanto, podemos aprender com cada doença que contraímos.

É a maneira que nossos corpos encon­tram para nos dizerem que estamos com uma idéia errada, com uma percepção falsa, e que precisamos mudar nossa forma de pensar.

Cada doença é uma lição que precisamos aprender.

Por favor, não fique só reclamando: "quero me livrar desta doença. "

Isso não vai trazer a cura que você deseja e você não vai aprender a lição de que necessita.

Não se coloque também numa atitude defensiva, como se a doença fosse uma espécie de acusação. Não se trata de condenar nem de sentir nenhuma culpa.

Tanto na doença quanto em qual­quer situação de vida, o importante é observar o que está acon­tecendo conosco para entender o que precisa ser libertado e trans­formado.

> toda doença é resistencia e essa resistencia é causada por uma acumulação de experiencias ruins . Agora é hora de se limpar desse lixo ( raiva, ciumes, apegos, traumas , tristezas, recentimentos, magoas, dor, odios, preocupação...) e entregar tudo para o universo ....o universo irá reciclar esse lixo todo , ele sabe fazer isso ......transformar é se libertar.....dessas velhas historias, do medo, da dor ... e escolher o amor

Então eu lhe digo: é hora de se curar, de tornar sua vida e seu corpo íntegros, que significa que você deseja investir na sua saúde. Eu sei que você tem, dentro de si, tudo de que precisa para conseguir isso.

Quando você começar a compreender o processo que leva à saúde ou à doença, será capaz de assumir o controle consciente das mudanças que deseja fazer.

É um processo muito emocionante que vai se tornar uma das aventuras mais felizes da sua vida.

Acredito que existe um centro de sabedoria dentro de cada um de nós e que, quando estamos prontos para fazer mudanças positivas, atraímos o que é necessário para nos ajudar.

O corpo é um espelho das nossas crenças e dos nossos pen­samentos mais íntimos.

O corpo está sempre conversando conosco.

É preciso aprender a escutar o que ele tem a dizer.

Cada célula reage a cada pensamento seu, a cada palavra que você pronuncia.

Por isso, se prolongamos durante muito tempo determinadas formas de pensar e de falar, elas irão produzir comportamentos e posturas corporais, assim como um maior ou menor bem-estar.

Suas palavras e pensamentos contribuem para sua saúde ou sua doença.


Louise Hay



Eu tenho a proteção do amor divino.

Tuesday, June 10, 2008

amor romântico
"Amor é um pássaro pousado no dedo. Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que , a qualquer momento, ele pode voar. ..." Rubem Alves

Tuesday, June 03, 2008

Wednesday, May 21, 2008

Tudo que chega,chega sempre por alguma razão.
Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações? Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu....Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó. Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais,seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos estarão encerrando capítulos,virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado. Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmoquando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantesque revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem amenor intenção de voltar. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora...Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem. Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração... e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezesganhamos, e às vezes perdemos.Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisãoemocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais. Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos,promessas de emprego que não têm data marcada para começar(Não tem coisa pior ^^) decisões que sempre são adiadas em nome do "momento ideal". Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a simesmo que o que passou, jamais voltará!Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquelapessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de serquem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperaresque ele veja quem tu és..
Posted by Picasa

Monday, May 19, 2008

Mulheres
Por Luis Fernando Veríssimo

"Certo dia parei para observar as mulheres e só pude
concluir uma
coisa: elas não são humanas. São espiãs. Espiãs de
Deus, disfarçadas entre
nós. Pare para refletir sobre o sexto-sentido. Alguém
duvida de que ele
exista? E como explicar que ela saiba exatamente qual
mulher, entre as
presentes, em uma reunião, seja aquela que dá em cima
de você? E quando
ela antecipa que alguém tem algo contra você, que
alguém está ficando
doente ou que você quer terminar o relacionamento? E
quando ela diz que
vai fazer frio e manda você levar um casaco? Rio de
Janeiro, 40 graus,
você vai pegar um avião pra São Paulo. Só meia-hora de
vôo. Ela fala
pra você levar um casaco, porque "vai fazer frio".
Você não leva. O que
acontece? O avião fica preso no tráfego, em terra, por
quase duas horas,
depois que você já entrou, antes de decolar. O ar
condicionado chega a
pingar gelo de tanto frio que faz lá dentro! "Leve um
sapato extra na
mala, querido. Vai que você pisa numa poça..." Se você
não levar o
"sapato extra", meu amigo, leve dinheiro extra para
comprar outro. Pois o
seu estará, sem dúvida, molhado... O sexto-sentido não
faz sentido! É a
comunicação direta com Deus! Assim é muito fácil... As
mulheres são
mães! E preparam, literalmente, gente dentro de si.
Será que Deus confiaria
tamanha responsabilidade a um reles mortal? E não
satisfeitas em gerar
a vida, elas insistem em ensinar a vivê-la, de forma
íntegra,
oferecendo amor incondicional e disponibilidade
integral. Fala-se em "praga de
mãe", "amor de mãe", "coração de mãe"... Tudo isso é
meio mágico...
Talvez Ele tenha instalado o dispositivo "coração de
mãe" nos "anjos da
guarda" de Seus filhos (que, aliás, foram criados à
Sua imagem e
semelhança). As mulheres choram. Ou vazam? Ou
extravasam? Homens também choram,
mas é um choro diferente. As lágrimas das mulheres têm
um não sei quê
que não quer chorar, um não sei quê de fragilidade, um
não sei quê de
amor, um não sei quê de tempero divino, que tem um
efeito devastador
sobre os homens... É choro feminino. É choro de
mulher... Já viram como as
mulheres conversam com os olhos? Elas conseguem pedir
uma outra para
mudar de assunto com apenas um olhar. Elas fazem um
comentário sarcástico
com outro olhar. E apontam uma terceira pessoa com
outro olhar. Quantos
tipos de olhar existem? Elas conhecem todos. Parece
que freqüentam
escolas diferentes das que freqüentam os homens! E é
com um desses milhões
de olhares que elas enfeitiçam os homens.
E-n-f-e-i-t-i-ç-a-m... E tem
mais! No tocante às profissões, por que se concentram
nas áreas de
Humanas? Para estudar os homens, é claro! Embora
algumas disfarcem e
estudem Exatas... Nem mesmo Freud se arriscou a
adentrar nessa área. Ele, que
estudou, como poucos, o comportamento humano, disse
que a mulher era
"um continente obscuro". Quer evidência maior do que
essa? Qualquer um
que ama se aproxima de Deus. E com as mulheres também
é assim. O amor as
leva para perto dele, já que Ele é o próprio amor. Por
isso dizem
"estar nas nuvens", quando apaixonadas. É sabido que
as mulheres confundem
sexo e amor. E isso seria uma falha, se não obrigasse
os homens a uma
atitude mais sensível e respeitosa com a própria vida.
Pena que eles
nunca verão as mulheres-anjos que têm ao lado. Com
todo esse amor de mãe,
esposa e amiga, elas ainda são mulheres a maior parte
do tempo. Mas elas
são anjos depois do sexo-amor. É nessa hora que elas
sentem o próprio
amor encarnado e voltam a ser anjos. E levitam.
Algumas até voam. Mas os
homens não sabem disso. E nem poderiam. Porque são
tomados por um
encantamento que os faz dormir nessa hora."



=====
Nunca deixe a sua felicidade depender de algo que não dependa
de você.
Posted by Picasa

Tuesday, May 06, 2008

amo a primavera. A estaçao da renovaçao. Tudo brota e mostra a sua cor. Os bichinhos se acasalam. A natureza é perfeita.
Posted by Picasa

Thursday, April 24, 2008

Tese de Guerdjef

Tese de um pensador russo chamado Guerdjef, que no início do século passado já falava em auto-conhecimento e na importância de se saber viver.
Dizia ele: "Uma boa vida tem como base o sentido do que queremos para nós em cada momento e daquilo que realmente vale como principal".

Assim sendo, ele traçou 20 regras de vida que foram colocadas em destaque no Instituto Francês de Ansiedade e Stress, em Paris.
Dizem os "experts" em comportamento que, quem já consegue assimilar 10 delas, com certeza aprendeu a viver com qualidade interior.

Ei-las:

1) Faça pausas de dez minutos a cada duas horas de trabalho, no máximo. Repita essas pausas na vida diária e pense em você, analisando suas atitudes.

2) Aprenda a dizer não sem se sentir culpado ou achar que magoou. Querer agradar a todos é um desgaste enorme.

3) Planeje seu dia, sim, mas deixe sempre um bom espaço para o improviso, consciente de que nem tudo depende de você.

4) Concentre-se em apenas uma tarefa de cada vez. Por mais ágeis que sejam os seus quadros mentais, você se exaure.

5) Esqueça, de uma vez por todas, que você é imprescindível. No trabalho, casa, no grupo habitual. Por mais que isso lhe desagrade, tudo anda sem a sua atuação, a não ser você mesmo.

6) Abra mão de ser o responsável pelo prazer de todos. Não é você a fonte dos desejos, o eterno mestre de cerimônias.

7) Peça ajuda sempre que necessário, tendo o bom senso de pedir às pessoas certas.

8) Diferencie problemas reais de problemas imaginários e elimine-os porque são pura perda de tempo e ocupam um espaço mental precioso para coisas mais importantes.

9) Tente descobrir o prazer de fatos cotidianos como dormir, comer e tomar banho, sem também achar que é o máximo a se conseguir na vida.

10) Evite se envolver na ansiedade e tensão alheias enquanto ansiedade e tensão. Espere um pouco e depois retome o diálogo, a ação.

11) Família não é você. Está junto de você. Compõe o seu mundo, mas não é a sua própria identidade.

12) Entenda que princípios e convicções fechadas podem ser um grande peso - trave do movimento e da busca.

13) É preciso ter sempre alguém em que se possa confiar e falar abertamente ao menos num raio de cem quilômetros. Não adianta estar mais longe.

14) Saiba a hora certa de sair de cena, de retirar-se do palco, de deixar a roda. Nunca perca o sentido da importância sutil de uma saída discreta.

15) Não queira saber se falaram mal de você e nem se atormente com esse lixo mental; escute o que falaram bem, com reserva analítica, sem qualquer convencimento.
16) Competir no lazer, no trabalho, na vida a dois, é ótimo... para quem quer ficar esgotado e perder o melhor.

17) A rigidez é boa na pedra, não no homem. A ele cabe firmeza, o que é muito diferente.

18) Uma hora de intenso prazer substitui com folga 3 horas de sono perdido. O prazer recompõe mais que o sono. Logo, não perca uma oportunidade de divertir-se.

19) Não abandone suas 3 grandes e inabaláveis amigas: a intuição, a inocência e a fé!

20) E entenda de uma vez por todas, definitiva e conclusivamente:
Você é o que se fizer ser!
Posted by Picasa

Tuesday, April 22, 2008




Minha expressao
adoro misturar as tintas e ver o que surge.
Posted by Picasa

Monday, April 21, 2008

DENTRO E FORA....
(Luan Jessan)
Por fora tenho tantos anos que você nem acredita.Por dentro, dezesseis ou menos,e me acho mais bonita.
Por fora, óculos;algumas rugas,gordurinhas,prata nos tintos cabelos.Por dentro sou dourada,Alma imaculada,corpo de modelo.
Por fora, em aluviões,batem paixões contra o peito.
Paixões por versos, pinturas,filosofia e amigos sem despeito.Por dentro, sei me cuidar,vivo a brincar, meio sem jeito.
Não me derrota a tristeza;não me oprime a saudade;não me demoro padecente.
E é por viver contenteque concluo sem demora:é a meninaque vive por dentro,que alegraa mulher de fora !
Posted by Picasa

Thursday, March 06, 2008

Nossa turma do barulho....hehe
Viva melhor!
(autor desconhecido)

Na atualidade, segundo a orientação do Organização Mundial da Saúde, entidade criada pela ONU para definir e elevar no mundo os padrões de qualidade deste campo, a saúde é delineada como um "estado de completo bem-estar físico, mental e social e não consistindo somente da ausência de uma doença ou enfermidade".

Ainda que indo bastante além da antiga e simplista noção de "ausência de doença", a definição acima não encerra em si tudo o que procuramos para esta base tão elementar de nossas vidas.

Então, o que é necessário além do bem-estar físico, mental, social e a ausência de doenças, para que estejamos plenamente satisfeitos em termos de saúde? O que é necessário para viver melhor e mais?

Pensando em abordagem integral à saúde, e nos aventurando numa reflexão e uma estimativa sobre o que denotaria sermos saudáveis ou não, iremos adiante nesta conceituação, ultrapassando-a e nos questionando acerca do que é uma vida de qualidade.

Para a maioria de nós, não excetuando aí os técnicos da área, a saúde seria puramente uma ausência de sintomas físicos / emocionais. Assim, sem um problema diagnosticado seríamos enquadrados como saudáveis, ainda que neste momento estivéssemos mal. É bastante comum hoje em dia (como também deveria ser no passado), encontrarmos pessoas que não se sentem bem de forma plena e que mesmo depois de consultas e exames, concluem que estão saudáveis, mesmo persistindo a sensação de mal estar.

No ocidente, a noção dualista cartesiana de que a saúde e a doença são opostos incondicionais cerceia as possibilidades de meios-termos que nos colocaria mais próximos da nossa eventual sensação de que "hoje não estou muito bem", o que em si não quer dizer que estejamos doentes, mas também diz que não estamos inteiramente saudáveis.

Neste sentido, a noção oriental de opostos complementares, como "Tao" (princípio de oposição complementar das energias Yin e Yang transformando-se em uno), satisfaria de modo mais complet0o a nossa sensação intuitiva de bem-estar como sendo uma orientação dos nosso organismos, sem nos decretar a saúde a partir de medições exclusivamente racionais, sem considerar os fatores intuitivos e as sensações, e por vezes, excluindo o fator humano da nossa condição humana. Saúde e doença são processos contínuos de transformação, ou seja, o organismo como um todo tende sempre a estabelecer harmonia e saúde relativas.

Do senso comum, dos ensinamentos de nossas mães, avós, bisavós e desde muito antes, na realidade, do desenvolvimento das civilizações é que vêm as noções mais básicas e ainda completamente válidas e essenciais às nossas vidas: lave bem as mãos antes das refeições, guarde o lixo em recipientes fechados, beba somente água filtrada ou fervida, não tome banho em água suspeita, ande sempre calçado, mantenha a casa sempre limpa, limpe o vaso sanitário diariamente, não deixe animais domésticos 'se aliviarem' dentro de casa, não permita que caia restos de comida no sistema de esgoto, lave bem os alimentos antes de comê-los, mantenha sempre limpos o seu corpo e o ambiente em que vive, não jogue papel e outros objetos no sanitário. Ainda hoje, com toda tecnologia, nenhum dos conselhos acima perdeu sua validade, aliás, parece que a cada dia mais estas orientações ancestrais ganham em importância. O que nos mostra não uma falha das ciências, mas sim uma sabedoria preciosa capaz de nos trazer até aqui passando por milhares de anos sem todo aparato científico, e que deve ser considerada amplamente no entendimento das necessidades do ser humano. Não somos simplesmente o objeto doente ou saudável em estudo, mas sim quem se integra e determina a relação de bem-estar indivisível como um todo. Desta forma, podemos pensar que a saúde é uma interação dinâmica entre o indivíduo e o ambiente, permitindo uma adaptação, movimento e desenvolvimento.

Saúde tem a ver com o modo como nos relacionamos com nós mesmos e nosso meio ambiente, e nos tornamos tão saudáveis quanto nos adequamos aos fatores físicos, mentais e sociais, mas não sem estresse, ou pelo menos com o mínimo necessário a ação.

Diferindo o negativo do positivo, se é que isso é possível... O estresse negativo poderia ser definido como o conjunto de respostas físicas e mentais a uma incapacidade de distinguir entre o real e as experiências pessoais com respostas físicas e mentais não adaptadas. Já o estresse positivo é aquele que nos põe em prontidão, vívidos e aptos a respostas coerentes e eficientes.

Tendo as mais variadas causas possíveis como dor, mágoa, luz forte, som altos, nascimentos, morte, guerras, reuniões, casamentos, divórcios, mudanças, doenças crônicas, desemprego, dívidas, provas, tráfego, prazos, violência, conflito, decepção, comidas não-saudáveis, fumo, insônia... Só podemos lidar bem com este fator, que pode tanto agregar eficiência em nossas vidas como também diminuir nossa saúde, aprendendo a lidar com as situações. O planejamento é um dos melhores meios de evitar o estresse, ao organizar-se, as pequenas surpresas desagradáveis são minimizadas, e também reservar um tempo livre para descanso e relaxamento. No trabalho, quando possível, buscar a descontração e tornar o ambiente menos maçante, colocando uma planta na mesa, fotos de pessoas queridas, uma música suave ao fundo, e quando tudo estiver muito acelerado, procure reservar um tempo para descansar, nem que sejam só os cinco minutos do cafezinho. Ao sair do trabalho é importante pensar em outras coisas, aliviar a cabaça e deixar para o dia seguinte o restante das tarefas. E nos casos mais graves, procurar ajuda profissional é uma solução.

Para se alcançar um estado de bem-estar mais completo e duradouro é necessário que se viva onde se está. Isto parece óbvio até sem muito sentido quando dito desta forma desconexa. Mas paremos para pensar sobre isto um instante. Seus pensamentos estão sempre onde seu corpo está atuando? Se você respondeu sim, considere-se um privilegiado, pois a maioria de nós ou vive ansiosamente tentando antecipar os acontecimentos vindouros, ou revirando mentalmente o passado. Outra vez parece incorreta a afirmação, mas vamos refletir um pouco sobre isto. Sozinho no seu caminho para o trabalho, você pensa no que terá por fazer ao longo do dia, da semana, até do mês, ou observa o caminho, o tráfego, ouve uma música, o que se passa ao seu redor? Muitos dos nossos esquecimentos, falhas, e problemas de um modo geral são originados na nossa ausência do presente. E isto também se aplica a nossa saúde. Sempre que deixamos de almoçar para terminar mais rapidamente uma tarefa, não praticando nenhuma atividade esportiva por falta de tempo, quando não observamos os pequenos detalhes que compõem a beleza de se estar vivo, aí sim que perdemos qualidade de vida. E declaramos solenemente ao médico: não sei como isso foi acontecer!


"Se todos nós fizéssemos as coisas que somos capazes, ficaríamos maravilhados com os resultados."(Thomas Edison)
Posted by Picasa

Friday, January 18, 2008

É raro parar e observara natureza. Deixamos de ver uma infinidade. Nossos olhos não estão treinados para os detalhes da vida.
Vivemos sempre no futuro ou no passado, o presente, na maior parte das vezes passa desapercebido.
Posted by Picasa

Wednesday, January 16, 2008

Não, meu coração não é maior que o mundo. É muito menor. Nele não cabem nem as minhas dores. Por isso gosto tanto de me contar. Por isso me dispo, por isso me grito.Por isso freqüento os jornais, me exponho cruamente nas livrarias!Preciso de todos!!!
Posted by Picasa

Friday, January 11, 2008

Hoje 11/01/2008 é meu aniversário. Cada ano eu tenho mais clareza e entendimentos perante a vida. É uma estrada que percorremos e nao sabemos quando e onde vamos chegar. Cada momento é precioso e abençoado. Sou agradecida por tudo que tenho, por tudo que vivi.
Obrigada!
Posted by Picasa